Vou durrmirr, vou ficarr a olhárr prra estas parrêdes…vou sunharr, vou sunharr que quande me alevante e pense que mórre da nha cidade nã tênhe dnhuma dificuldade em a enfrrentarr. Vou sunhárr que saí de cása e que só tênhe que beberr um cafézinhe de manhã que me sábe tão bein…Vou sunhárr questa histórria da crrise é uma espécie de realidáde parraléla que me assóla toudos os dias só prra me alembrrarr que nã tênhe dnhêrre pó telémovel, prrá interrnet, pá televisão prrá TV porr cábe, prró plásma que faz paisagein da sála mai perrfeita du munde e pá merrda du cárre que teima em serr págue toudes os mêses mais a porrcarria du segurre que nã vein nada a calharr este mês…e ainda porr cima a batarria foisse! Tá a crrise a montes porrque já nã consigue comprrarr aquelas calças mai linda prra juntarr às outrras quê cá já me farrtei delas.
Ok, aqui o Charroque da Prrofundurra é um mestrre que querr levarr a sua trrainêrra a bom porrte e cus passageirres sejem bem serrvides. Um dia ê disse “Apetece-me mandarr a crrise à merrda e ódespois o que aconteceu? Eu disse “Crrise vai à merrda!” A parrtirr desse dia, desliguei a televisão, da nha casa só se vê aquile que nos apetece. Assim nã há cá zun-zuns infidáveis de dzêrr quista tá munta mal e mai nã sei quê. Acrreditem que a crrise vai prra mênes de metade. A crrise existe purrque a gente deixou, porrque foumes assediádes pelos banques e instituições financeirras e pelo facilitisme do estado prra que tude iste existisse, mai nada. Eu cá tênhe a nha trrainêrra empenháda até ó carrunche mai prrofunde quela tein! É tante crrédite mal parráde, ca porrcarria do telemovél tá semprre com pouca batarria porr causa dus banques telefunarrem, é que assim ainda porr cima prra carregárr a merrda du telémovél tenhe uma conta da luz mais grrande que sei lá, ódepois nã consigue pagarr a conta da luz, querr meterr o carrtão de crrédite e nã dá! É uma especie de pescada de rabinhe da bouca, mas de rábe enculhide e sem dentes. Porrtantes o quê vênhe dizende há munta tempe, é que a malta gosta de chamarr a iste de crrise, ma não pode serr, iste que tames agorra é quié norrmal, acrreditem, da manêrra que iames querriam irr parrárr à lua não? Tão masé maluques.
Têmes que corrtarr, sim e redefenirr os nósses valourres, mas lá tá, não é só o zé puvinhe…Os manda chuvas du guvêrrne também se deviam cagarr toudes a pouparr, deslarrgarrem aqueles órrdenádes que nã sonha a ninguein e há carres bons pa toudes, barrdamerrda! Querro eu dzêrr, porr exemple voltarr a pegarr dus garrafões de tinte, caixas de frruta, fugarrêrre e irre assim pá prraia coume dus antigamentes, agórra é só férrias em resórrtes págues às prrestações ou com dnhêrre que nã têmes. Gastarrem montes da dnhêrre em tinta verrde alfáce dus bárrques da Trroia e agórra têmes que pagarr em bilhêtes munta mai cárres, tá mal, pois tá clárre. Aquile quande tá o navuêrre bate da mesma, paqué aquelas courres? bem, já tou a fegirr cu rábe à serringa e tou a fegirr du assunte…
Bem, táva eu a imaginarr que vou cagarr même prra que continuem a dzêrr ca crrise tá aí, eu vou ligarr pouque a isse, vou serr amigue du mê amigue, vou diverrtir-me à mêma, vou pensarr nas minhas acções positivamente, vou voltarr a cagarr da crrise, vou continuarr a acharr soluções prró mês prrublemas e não esperrarr pelo subside ou que alguem faça porr mim. Têmes que acrreditarr que podemes fazerr parrte das soluções e não pensarr que o dnhêrre é que vai solucionarr toudes os prrublêmas. Epá já tou masé a falarr sérrio demais…”Apá Jorrge Nice, manda lá virr mais uma teca de mines e toca mais uma!”

 

 

You may also like

One Response Comment

  • pling a lot  Abril 23, 2011 at 1:52 am

    a crrise quá dentrre dus nóis

    agente nem carrrapau de gate tein

    kantu mai crrise

    ê cá inda nã avi

    7,5 milhõs prró 11

    4 milhõs pó fórrum Luísa todi

    é muito parra uma gadja qua tá morrta ah ânes

    ah mai barratas

    e a chuva num vai descascande aquile tude

    é porr-lhe uns brrazukes in cima

     
    Responder

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Facebook

Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr
Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr