Férrias dum Cabrrão

Fui de ferrias, qué dizerr… todas as pessoas vã de ferrias né ? Mas  ferrias de pobrre cumás minhas são semprre pa esquecerr, mas estas iam serr as ferrias do mê sonhe, nã erra pa esquecerr.

Então pedi emprrestade ao mê amigo janade a carravana dele, verrmelhinha, … ele chama áquile uma carravana, mas aquile é um cháce velhe, chêa da ferruge, mai velhe co cagarr de cócras, co perrdão da palavrra, é assim parrecido cum pão de forrma diz ele, mas este pão é daqueles com munta blorr, mas cando ê falo blorre é memo blorr…

Bem, ê tava munta excitade,  nunca da minha vida sai daqui, ia serr umas ferrias forra daqui, irr pa longe, conhecerr umas terrinhas, tava-me memo a  apetecerr irr sem destine… o janade até disse que iames serr memo á hippe, ele até ia comigue  pa me ajudarr, porque eu nã conhecia nada, nunca sai daqui nem sabia come a carrinha trrabalhava, blá blá blá… blá blá blá! Prrantes ta bem, eu nã tenho carrta e ele tinha quirr comigue prrantes!
AVENTURRA!!! Aí vai agente… prra já foi uma trrabalheira arrumar a trralha toda, desde o fegão, ao carrvão, quemida, buida, lençós, pejamas, vinhe, essas coisas todas camalta prrecisa. Voçes sabiam caqueles carres até tem casa de banhe,…. é marravilha, um gaje até parrece que tá dum hotel ambulante.
Lá fomes… devagarrinhe pa verrmos a paisage, a mêi caminhe ja iames a cantarr, ja cheirrava a ferrias, ali perrto dáguas de morra, ja me cherráva a marr.
Tavames munta bem despostes, cando derrepente  á nossa frrrente a pelicia madou agente parrar.
Perguntarrem ao janade porr uma data de papeis, ê cá nã sabia co mê amigue perrcebia daqueles papeis, do porrta luvas saca uma data de coisas, olha vêie umas rajades de vente levou os papeis todes pá estrrada, bem erra os pelicias, erra o janade, tudo do mêie da estrrada apanharr papeis, ê tava só a verr e a tirrar fotogrrafias ás coisas, o cárre nã erra meu né? O pelicia mandou agente emborra, e ê perrguntei, ó janade:
– Hé pá sóce o qué queles querriem ?
Mas o Janade tambem nã perrcebeu, sele nã perrcebeu, eu atão… munta menos, ele só disse:
– Àua… Já nos safemos……!
A paisage, tava  memo acolhedorra, meno fixe. Más á frrente ali numa terrinha chamada monte de palma, quê tive a lerr da placa, a pelicia outrra vez, mas agorra tavam atrraz, ê disse ao janade, á pa estes gajos gostarrem da gente, ou então deixaste papeis perdidos, enquanto o janade saia do cárre, ê fui la atrraz tirrar umas cerrvejinhas  da gelerra, pa mim, pó janade e ja agorra pós amigues dele, tava um calor do carraças pá.
Cando chegue cá forra o janade tinha as mãos prrezas  atrraz das costas e nã conseguia agarrar da cerrveja:
– Atão pá sóce, caconteceu?
Diz o pelicia:
– O senhorr tá prrezo.
Puff.. á pá, ca ganda novidade, que tá prrezo vejo eu, agorra nã sei é perrquê.
Olha os gajes atão agarrarrem-me e prrendem as minhas mãos tamem e eu chêie da sede com as Birras ali a olharr pa mim, estes cabrrões tão a brrincarr comigo ó quê:
 – Olhem lá, disse eu, atão qué ésta merrda pá, lá porrque sã quenhecides do janade penssem o quê, que tamem podem fazerr isse comigue, nã é assim que se trrata os amigues, pois não Janade ê cá nunca fiz isse contigue pá, iste é alguma brrincadeirra ôu quê? Ê cá não sou pa brrincaderas, vão lá brrincar ca vossa mãe atão! Eles disserem assim: – Meta-se dentrro do carre.
– Do Carre? Do CARRE  Êu ? Ma cal carre? Do vosse? Ma tá tude maluque ou quê? Mas voçes são marricas ô quê, ê cá nã vou nessas brrincaderras tão munta enganades quemigue.
Olha agarrarrem-me da cabeça e empurrarrem-me lá pa dentrro, a min e ao janade, aí digo com frranqueza, quemecei a ficarr com mêde.
A Carrinha do janade ficou pa trraz, ê a olharr pa janela e a verr ela cada vez mai longe, as Birras, o quemer tava lá tude, iam roubarr á gente, tanto denhêrrinho que tava la do porta luvas, ê tinha a boca tã seca, tã seca, caté quemecei a chorrar é pá é verrdade nã tenho verrgonha, nunca na vida roubei nada a ninguem, e agorra roubarem-me as ferrias…
Bem uma semana depois venho a saberr que fomes prrezos porrque o cabrrão do mê amigue não tinha o carre no segurro, nã tinha inspeção, não tinha sêlo (quisto nã sei explicarr o que é) não tinha piscas, não tinha farrois da frrente e tinha os pneus carrecas.
Eu na verrdade nã perrcebi cal erra o prroblema quilo até andava bem….! Só sei  ca quele gajo tá tramado comigue e que não vou esquecerr, estas ferrias, nunca na puta da minha vida!
Raquel Valagão
 

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Facebook

Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr
Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr