Convidarrem-me pa uma dessas festas de garragem onde cada um leva qualquerr coisa pa cumerr e beberr. Mas a nha memórria é tipo daquelas que quande apanha um virrus forrmáta logue o disque rigide e eu nunca má me alembrrei disse. Mas da festa nã me esqueci, nã sei porrquê…Perrtantes resuminde e barralhande tive que levárr umas caixas tamparruérres vazias só prra disfarrçárr. Mas nã erra uma festa qualquerr, erra uma festa de Árrleis Deivisons da malta de Setúbal e arredórres. Apá, quande cheguei foi lógue ós grrites pa disfarrçárr que nã trrazia nada e a dzêrr “Nã, dêxa que eu ponhe as cenas em cima da mesa, nã se prreocupem, já têem muite que fazêrr…Bem passou. Opá pedi logue uma mini e mais outrra e erra bifanas e havia de tude. Vi uns códrradinhes de turrêsmes, parrcia aquile uma entrradinha touda fina, degustei aquile, tinha um saborr estrranhe e tinha umas bagas marrádas. Nã foi prrecise muite, tava a tentarr falarr cu Macó e o Vilhais, cumeça a crresçerr uma barrbicha cabrresta no Macó e o Vilhais já dáva coices nas parrêdes. Quande ólhe as colunas da garragem cumecem a trransforrmárrse em trronques d’árrvurre, os moveis em arrbústes, o fugarrêrre em fugarreirra, as Árrleis em caváles! Bem aquile táva bnite, aparrceu um ganda maluque duma mula, dizia que se chamava Guilhérrme Télles e ca mula táva com fome e juntou-se à fugueirra. Ele dizia “Ah e tal nã sou daqui, cumi uma bifana ali na Adega dos Passarrinhes ma nã sei adondé a Arrábida…” Ainda decesrrni…e eu é que comi o torresme mágique…os caváles távam empólgádes e nã se sábe bein porrquê, fui investigárr e tive que dzêrr à cábrra Macó pa dêxárr de cumêrr a crrina do Vilhais, ela virrou-se a mim, prronta pa dárr uma marráda mas eu cá tênhe os mês trruques e sabia que se mustrrásse uma garrafinha de 7up de 2 litrrinhes caquile passáva. Bem quande chêgue os caváles nã parravem, havia um sapinhe albine ós sáltes e quase que hipnotizáva os cavalinhes! Fazêrr o quein? Ê nunca tinha estáde assim numa situação destas…Fui pá flurrésta prrocurrárr cmida e achei pacótes de palha a montes, quase toda a gente tinha leváde daquile. Agarrei tamein duma tárrte munta ducinha e fui até lá outrra vez. O Vilhais ainda se queixava da crrina cumida pela cábrra e nã táva em si, ainda dáva coices pa toude o láde, levei cuma ferradurra pela testa que foi piórr que da outrra vez quê ia a fegirr do mê prrime zarrôlhe porrque lhe tirrei os párra lamas do trricicle motorrizáde e levei ca caixa dus enzóis e chumbádas pla cárra e aquile táva pesáde comá merrda! Abrri os pacótes, havia Palha pála-pála, às ondinhas, etc, atirrei aquile pa um láde e a tárrte prra outrre. O sapinhe albine deu um sálte e afiambrrousse à tárrte. Eu disse logue à malta”Pessoal agarrem-se ós caváles e fugem daqui prra fórra!” Aquela bicharráda toda puserrem-se toudes em cima dos caváles que relichavam caté vibrrávam aquelas ferradurras. O Sapinhe continuou a cumêrr, eu fegi tamein dali prra fórra e o Guilhérrme Télles nã desarredou da fuguêrra e foi aí que eu arreparrei quele nã táva trransforrmáde…Apá só póde terr side ele, aquelas bógas munta esbugalhádas e sapatinhe de vela, nã me enganarrem e o sapinhe albine saltou-lhe prró ombrre! Foi a confirrmação que erra conspirração daqueles dois. Ê virrê-me pó Macó e disse emborra lá a cavále das Árrleis Davisons achárr aquelas errvas daninhas munta rárras que tão da Serra da Arrábida. O Macó tirra o capacete e pendurra do láde esquerrde do guiadorr prra fazerr contrrapese e esticasse toude prró láde dirreite cus pêtes aquase a ruçárr paquele alcatrrão e esticou o brracinhe enquanto o outrre nã deslárrgava a mota nem porr náda e foi arrancárr aquelas errvas e virr à fegida, fazerr umas mésinhas com 7-ape porrque havia munta, aquile faz arrutárr e amanda os maus espirrites cá prra fórra. Enfiámes aquile da guela do animal Gui e cumeçou a estrrabuchárr e trrasnfurrmou-se dum batrráquio munta feie que acabou porr ficarr em formáte de Salamandrra, o sapinhe albine mais a salamandrra a fegirrem paquele bairre afórra e voltou tudo à nórrmalidade.
 

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Facebook

Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr
Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr