Tou tode cagáde… ia sende assaltáde!

Apá sóce… tu tá caláde, cheguei agórra a casa, ainda nem fui pá trrainêrra ainda, ande a fazêrr umas hórras extrras que me pedirrrem ali dum trrabalhinhe munta manhose, come um gáge quê cunhêce diz “ganha-se pouque mas é diverrtide”, nã intrréssa agórra pó cáse… táva a comerr uma bucha e a beberr um cópe e […]

Read More

Hoje à tarrde fui à Prraça du Becage e deparrê-me com um grrande estandarrte pelicial, a bem dizerr erra a bófia a montes montadinhes das suas motas, não vá aparrcerr algum gandule e terrem que fegirr…Até já disse iste hoje, mas pensei “oulha, atão agorra que não há mais ourrivesarrias prra assaltarr é queles vêm […]

Read More

Praça du Bocage, chuva miudinha, chão tode escorregadice. Fui bberr uma bica naquela marriquice de quiosque da prraça du bocage. Vinha-me emborra quando ma aparrcerram dois gandules com arr que miam roubarr. Cada um deles com uma caneta espetada e um bloquinhe prra disfarçarr. Espatei uma cabeçada nos dentes dum que ainda tenhe o carrimbe […]

Read More

Facebook