Bórra à bola verr o Vitórria

Táva finalmente um linde dia nesta cidáde que merrêce même o sol com tons azuis e verrdes ó funde caté fazia querrerr… apá párra lá com essa mania de poeta quisse só te faz é mal ó juize… Bem, a bem dzêrr erra dia d’eu e o Russe irrmes à bola. Sim, irr à bola, […]

Read More
As Limpezas da Cambrra

Apá ontem ia ali a passárr da rua, da Luisa Todi e quande olhei lá tava a malta da cambrrá a fazerr as suas limpezas do lague das musas ninfas inspirradourras! E porrque é que tem que serr semprre o même filme?!? Aquile é mai gente a trrabalhár que trrabálhe… Ê quande olhei vim um […]

Read More
É cada Dux…

Même que nã seja verrdáde Sóce… esta histórria do méque já me anda a darr a volta à miolêrra même a sérrio. Même que nã seja verdáde toda a especulção canda à volta desta coisa, as prráxes pa mim semprre forram um simbolo de parrvoice forrada de estupidez. Eu tive lá, Ê cá sei do […]

Read More
A Perrseguição Policial ca ajuda do Charroque

Esta cidáde tá même demais. Iste tá que parréce uma amérrica! Atão gájes com árrmas a serrem perrseguides pa polícia e andarrem ós tirrinhes?!?! Tá tude esparrvueirradamente párrve ou quê? Pas notícias soube couve uma mulhêrr que levou um tirre do pézinhe, mas ou nã é verrdáde ou houve même um segunde tirre, porque eu […]

Read More
Caganda a onda a do T.A.S.

Uma boa notícia quê cá fiquei même marravilháde foi com o reaparrcimento do TAS, nã dexem dirr ao Teátrre, este homes e mulhêrres são responsaveis porr munta coisa boa e acrreditem caté eu Charroque da Prrofundurra fui influênciáde pela grrande peça da larranja aqui hà bués d’anes. Coisas boas e coisas más, é semprre aquile […]

Read More
Calendárrio dos Sapadorres e a Vitórria do Vitórria

 Esta cidade é só Vitórrias, agorra cu ane de 2014 tá a chegárr, eu até já sinte quiste é um prreságio. Olha começou logue com a cena do calendárrio dos Bombêrres Sapadorres de Setúbal, eles tavem pa me convidarrem, querr dzêrr eles convidarrem mas ê cá recusei pa eles nã ficarrem mal da pelingrrafia ca […]

Read More
Ano Nove das Docas de Setúbal

O Charroque teve um ane munte dificil assim come grrande párrte dos setubalenses, ele é desemprregue, ele é órrdenades robádes, nã é currtádes! Ele é mai pessoas com fome cáquilo que tu julgas. A solução tá em as pessoas unirrem-se contrra esta epidemia du guvêrrne. Bem, mas pa esquecerr um bocadinhe os prrublêmas arranjames semprre […]

Read More
Parra arrelembrrárr as iguarrias da Fêrra

“Emborra lá”… diz o Russe naquele geite de chamamente come que um trremouce chama p’uma mine ou même imprriál… “Vames ali dárr uma voltinha da fêrra, nã sei se sábes mas já tá a bombárr. Anda daí sóce… tá lá a velha do polve sêque e aquile c’uma imprriále sabe poque bein… parréce uma sóla […]

Read More
Livrro do Charroque da Prrofundurra

Uma referrência literrárria da nossa cidáde de Setúbal! É um livrre dividide em 2 párrtes come uma carrcáça que tein a párrte de cima e a párrte de baixe, às pomes mantêga dum láde e do outrre…prrontes perrceberrem que dum láde é livrre e do outrre tamein ma duma manêrra difrrente tipe ca parrte de […]

Read More
Deslizamente Sádine

Chuva du carráças pá… inda agórra táva pa passárr da Prraça du Bocage e fui porr outrre láde, alembrreime logue o que conteceu du outrre dia, só na aparrceu da prrimêra página du Setubalense porrque essa referrência mítica sádina já se foi…a única coisa positiva disse terr acontecide é que já nã morre ninguém da […]

Read More

Facebook