Zbadabumm e fui do tinó nim

Zbadabumm… algo aconteceu! Mas ê cá só dei conta quande acurrdei e dei conta que táva duma máca deitadinhe a olhárr pó téte come se fosse um pxinhe a serr vendide da pédrra cús ólhes toudes esbugalhádes a olhárr pós clientes à volta. O prrublêma é que ca chinfrrinêrra do tinónim da amblância aquile de assustárr qualquérr um e ê cá ouvi um embáte caté fez saltárr a máca lá dentrre e abrrirr a porrta da amblância e sai dali prra fórra a rodárr. Caganda azárr ca merrda da estrráda erra a subirr e ê cá comecei a descerr de costas… e contrrolárr aquile, ê cá só tinha uma mantinha dus pés pa nã terr frrio e segurrei aquile pêlas pontas e fiz parrapente até  uma alturra dus 3 ou 4 métrres e acabei porr ficárr pendurráde dum semáfrre cainda porr cima até táva verrde!

 

You may also like

No Comment

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.

Facebook

Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr
Parriga ou sóce, querres receberr todas as novidádes frresquinhas do
Charroque da Prrofundurra?

Subscrreve e recebe tudo!
Caganda Pinta!
Muito obrrigádo.

Fechárr